Aos fiéis de língua árabe Papa renova convite a se unirem em oração no dia 14

“Unamo-nos como irmãos no pedido ao Senhor para salvar a humanidade da pandemia, iluminar os cientistas e curar os enfermos”, foi o convite do Santo Padre aos fiéis de língua árabe feito na Audiência Geral desta quarta-feira.

Vatican News

Ao saudar os fiéis em língua árabe, o Papa Francisco convidou a unirem-se ao Dia Mundial de Oração, jejum e obras de caridade na quinta-feira, 14 de maio, recordando que “a oração é o modo para comunicar e para escutar Deus”:

Saúdo os fiéis de língua árabe que acompanham este encontro pelos meios de comunicação social. A oração é o modo para comunicar e escutar a Deus. Com esse espírito, aceitei o convite do Alto Comitê para a Fraternidade Humana para dedicar o dia de amanhã, 14 de maio, à oração, ao jejum e às obras de caridade. Convido e encorajo todos a participar deste evento. Unamo-nos como irmãos no pedido ao Senhor para salvar a humanidade da pandemia, iluminar os cientistas e curar os enfermos. Que o  Senhor vos abençoe e sempre proteja de todo mal!”

A iniciativa de rezar pela humanidade partiu do Alto Comitê para a Fraternidade Humana, instituído em setembro de 2019 com o objetivo de implementar os propósitos do Documento sobre a Fraternidade Humana em prol da Paz Mundial e da Convivência Comum, assinado pelo Papa Francisco e pelo Grão Imame de Al-Azhar Ahmmed al-Tayyeb em 4 de fevereiro de 2019, em Abu Dhabi.

O convite é dirigido aos líderes religiosos e pessoas de todo o mundo para suplicarem a Deus a uma só voz na quinta-feira, 14 de maio, rezando, fazendo jejum e praticando obras de caridade, pedindo o fim da pandemia e um mundo mais humano e mais fraterno.

leia também