Busquemos os verdadeiros milagres de Deus para a nossa vida

“Jesus começou a censurar as cidades onde fora realizada a maior parte de seus milagres, porque não se tinham convertido” (Mateus 11,20).

É preciso dizer, em primeira mão, que o grande milagre é a conversão. Ninguém experimenta milagre na vida se não se converte ou não é convertido pela Palavra e pela graça de Deus.

Você quer milagre maior do que uma pessoa que é vingativa se tornar amorosa? Do que uma pessoa que era mundana se tornar santificada? Do que uma pessoa que cultivava só o mal dentro de si, mas, hoje, semeia o bem nas almas?

Olhemos para dentro de nós: qual é o milagre que experimentamos de Deus em nós? Por exemplo, se você ainda continua com aquela velha mágoa – às vezes, escuto a pessoa dizer: “Até hoje não consegui perdoar a minha mãe” –, você precisa de um milagre, pois passou por um trauma na sua infância e está com ele até hoje. Você precisa de um milagre, muitas vezes, no seu casamento, pois passou por decepções na noite de ontem ou há anos, e está com essa decepção até hoje!

Milagre é mudar a visão, o coração e a direção. Não pode uma pessoa ver o que Jesus realiza no meio de nós, e o coração ser sempre o mesmo, ser sempre aquele coração duro e fechado, ser aquela pessoa azeda e amarga. Aquela pessoa onde ela se faz não traz a graça, mas a presença dela é muito incômoda, porque só traz o negativo. Por isso, Jesus está censurando a maior parte das cidades, onde Seus milagres foram realizados porque as pessoas pararam no espetáculo, e não na graça.

Milagre é converter, é transformar a mente fechada num lugar onde a graça de Deus entra

Tomemos cuidado para a nossa fé não ser um espetáculo, onde vamos em busca de ver algo extraordinário acontecer, onde estamos com uma doença, enfermidade e essa doença saiu de nós, e vimos sair do outro.

Busco um milagre a cada dia, esse milagre sou eu. Sei que não sou mais aquele homem velho que já fui, mas também sei que não sou o homem que preciso ser. Eu preciso viver, querer e buscar, com toda a intensidade da minha alma, o milagre de Deus na minha vida. Mudar essa mentalidade, mudar pensamentos, arrancar ressentimentos, tirar todo esse azedume, amargura e essa visão retrógrada que, muitas vezes, temos. Tirar de cada um de nós toda e qualquer agressividade, todo esse espírito de querer combater, ter a razão, de querer mandar e fazer as coisas do nosso jeito.

Experimente, o grande milagre da vida é aquele que vence seu orgulho, soberba, suas vaidades e deixa-se conduzir pela humildade de Jesus. Se não formos convertidos, não entramos no Reino dos Céus. Por isso, milagre é converter, é transformar o que era velho em novo, é transformar a mente fechada num lugar onde a graça de Deus entra.

Milagre é transformar atos, atitudes e comportamentos. Milagre é vermos uma pessoa que fica no sofá o tempo inteiro, e essa pessoa é capaz de se levantar, mover-se, cuidar da sua própria saúde. Milagre é uma pessoa que fica o tempo inteiro com celular, com internet, com a televisão, e é capaz de deixar isso de lado para escutar a Deus e meditar a Sua Palavra.

Busquemos os milagres verdadeiros de Deus para a nossa vida.

Deus abençoe você!

leia também