Dom Belisário: o desafio de formar bons padres, mas também o laicato

O Arcebispo de São Luís do Maranhão nos traz alguns dos principais desafios pastorais desta Igreja que pertence à chamada Amazônia Legal. Destaca-nos, entre outros, a dificuldade da Igreja em acompanhar o crescimento populacional, particularmente num contexto de escassez de sacerdotes

Raimundo de Lima – Cidade do Vaticano

Amigo ouvinte, na edição passada do quadro “Brasil na Missão Continental” nosso convidado, o arcebispo de São Luís do Maranhão, Dom José Belisário da Silva, O.F.M., fez-nos uma apresentação geral da arquidiocese maranhense destacando-nos, entre outros, tratar-se de uma Igreja situada numa região de transição entre o Nordeste e a Amazônia, pertencente à chamada “Amazônia Legal”.

Na edição de hoje Dom Belisário nos traz alguns dos principais desafios pastorais que se apresentam a esta Igreja particular da qual é arcebispo de 2005. Destaca-nos a dificuldade da Igreja em acompanhar o crescimento populacional, particularmente num contexto de escassez de sacerdotes.

Nosso entrevistado diz-nos que o desafio hoje “é continuar formando bons padres, mas também o laicato”. Nesse âmbito, ressalta a Escola chamada “Instituto Superior do Maranhão” com formação na Filosofia e na Teologia e cursos de extensão em várias áreas, no momento com uns 200 alunos.

Fonte: VATICAN NEWS

leia também