Papa Francisco reza e pede mais apoio aos doentes de Alzheimer

Vaticano, 18 Set. 19 / 12:40 pm (ACI).- O Papa Francisco rezou pelas pessoas com doença de Alzheimer e denunciou que, “por causa dessa doença, com frequência são vítimas de violência, maus-tratos”.

O Santo Padre fez esta declaração na conclusão da Audiência Geral desta quarta-feira, na Praça de São Pedro, na qual lançou um chamado para fornecer mais apoio aos homens e mulheres afetados pela doença de Alzheimer.

“O próximo dia 21 de setembro é o Dia Mundial do Alzheimer, uma doença que atinge homens e mulheres, que, por causa dessa doença, com frequência são vítimas de violência, maus-tratos e abusos que espezinham a sua dignidade”, alertou o Papa

O Alzheimer, indica CDC, afeta “partes do cérebro que controlam o pensamento, a memória e a linguagem” e pode “afetar seriamente a capacidade de uma pessoa de realizar atividades diárias”.

Em 2015, havia cerca de 30 milhões de pessoas no mundo com Alzheimer. Estima-se que apenas nos Estados Unidos, em 2060, 14 milhões de pessoas sofram dessa doença.

O Papa Francisco pediu orações “pela conversão dos corações e por quem sofre com o Alzheimer, por suas famílias e por aqueles que cuidam dos doentes com amor”.

Além disso, o Papa também quis lembrar em sua oração aqueles que são afetados por patologias tumorais, “para que sejam também eles amparados, seja na prevenção, seja no tratamento desta doença”.

Fonte: ACI DIGITAL

leia também