Visita surpresa do Papa à Comunidade Novos Horizontes

O Papa Francisco foi a Frosinone para uma visita surpresa à “Cittadella Cielo” da Comunidade “Novos Horizontes”, fundada por Chiara Amirante. Emocionante o encontro com os jovens.

Cecilia Seppia – Cidade do Vaticano

O Papa Francisco chegou de surpresa a Frosinone – cerca de 80 km de Roma –  na manhã desta terça-feira, para uma visita privada à “Cittadella Cielo”, a estrutura da Comunidade “Novos Horizontes”, fundada em 1993 por Chiara Amirante, que oferece hospitalidade e apoio às pessoas com dificuldades por meio de centros de escuta e apoio à vida, casas de família, locais e laboratórios de agregação e reinserção no trabalho.

É precisamente nestes locais que, há muitos anos, são tratadas as feridas da alma daqueles que em algum momento da vida acabaram entrando no túnel das drogas, da dependência, do jogo, da prostituição, e como consequência, no túnel do descarte,  da marginalização social e da rejeição pela própria família.

Esta visita na terça-feira tem todo o ar de uma Sexta-feira da Misericórdia. O Papa é acompanhado por Andrea Bocelli.

Um presente inesperado do céu

O encontro e partilha com cinco jovens da “Cidadela do Céu” que experimentaram a morte e ressurreição da alma, depois de trágicas experiências de drogas, bulimia, alcoolismo; a Santa Missa, depois almoço com a Comunidade, troca de presentes e o abraço às crianças. O Papa, disse Chiara Amirante aos nossos microfones, quis saudar pessoalmente a todos, entregando-se com abraços e com aquela paternidade infinita que o caracteriza. Diante dos testemunhos dos nossos jovens, comovido, disse: “Não quero estragar com palavras o quanto de sagrado eu senti” e “então, mais do que dar respostas, deu-nos o seu coração e repetiu para nos deixarmos alcançar pelo olhar amoroso de Cristo que sempre salva e muda a nossa vida”. “Foi uma grande surpresa para nós também, um dom inesperado do céu – acrescentou a fundadora de “Nuovi Orizzonti” – e nós o acolhemos com um coração transbordante de alegria… Foi um dia em família”.

De coração a coração

No entanto, o Papa Francisco convidou os jovens a serem vigilantes para não cairem nas armadilhas do mal e poder reconhecer os tentáculos daqueles polvos infernais que fascinam e depois aprisionam os jovens. “Demos-lhe de presente um quadro de Jesus Ressuscitado, pintado pelos hóspedes da Cittadella Cielo, que tem nos braços um menino com pregos na mão, e muitos trabalhos artesanais, os produtos da cooperativa. O Santo Padre nos submergiu de providência, sabe que vivemos disso e ontem enviou-nos alimentos, necessidades básicas, porque sabe que aqui todos os dias há 120 bocas para alimentar. O momento mais comovente para ele, mas também para nós, foram as lágrimas dos jovens. Lágrimas que repercorriam os infernos vividos, mas também lágrimas de emoção por serem testemunhas hoje da ressurreição. “A partilha coração a coração com o Papa – conclui Chiara Amirante – ficará gravada na memória de todos nós”.

Proximidade

A proximidade de Francisco à Comunidade Novos Horizontes é forte e sólida. No dia 8 de junho, por ocasião do 25º aniversário da Comunidade, o Papa telefonou para dar as felicitações em meio aos festejos, enviou uma carta e uma mensagem em vídeo para expressar seu carinho e incentivo às mais de 3.000 pessoas reunidas para celebrar o evento no Palazzetto dello Sport de Frosinone, na Solenidade de Pentecostes.

Durante o telefonema, o Santo Padre saudou em particular todos os “Piccoli della Gioia” (Pequenos da alegria), nome pelo qual são chamados os leigos consagrados que colocam suas vidas a serviço da comunidade.

 

leia também